Blog

Bioestimuladores de colágeno: você sabe o que eles são?

Já imaginou uma pele mais firme, livre de rugas, linhas de expressão e flacidez? Os bioestimuladores de colágeno são uma opção incrível para aumentar a produção dessa proteína que dá firmeza à pele da forma mais natural possível, tanto no rosto quanto no corpo. 

 

O tratamento com bioestimuladores de colágeno promove no rejuvenescimento da pele, diminuindo os efeitos do tempo e da gravidade. Ao longo dos anos, mais especificamente a partir dos 30 anos, a produção de colágeno diminui e a realização desse procedimento de forma preventiva impede que o envelhecimento aconteça rapidamente. 

 

Quer saber mais sobre os bioestimuladores de colágeno? Continue a leitura deste post, veja o vídeo do nosso Youtube e conheça mais detalhes!

 

Bioestimuladores de colágeno: entenda o que são e para que servem

Segundo a médica dermatologista Dra. Bruna Vallcorba, os bioestimuladores de colágeno são substâncias utilizadas para estimular e aumentar a produção do colágeno que éresponsável pela firmeza e sustentação da pele e que diminui com o passar dos anos. 

 

Os bioestimuladores são substâncias injetáveis, que podem ser aplicadas no rosto e no corpo para melhorar a firmeza e textura da pele. “Eles são compatíveis com nosso organismo, e por isso, seu uso é muito seguro” diz Dra. Bruna Vallcorba, ressaltando que é essencial que seja utilizado de maneira adequada por profissional capacitado. 

 

Pode ser aplicado anestésico tópico ou infiltrado utilizado para maior conforto do paciente. Os resultados são bastante naturais e o procedimento é rápido, sem impedir sua rotina de seguir.

 

 

Descubra qual o resultado dos bioestimuladores de colágeno na pele

“O sucesso dos bioestimuladores de colágeno se dá pelo efeito rejuvenescedor, natural e progressivo na pele.” diz a Dra Bruna Vallcorba. Além de apresentar resultados naturais, os  bioestimuladores duram em  média de 12 a 18 meses na área aplicada.  O pico de ação é de 30 a 90 dias após a aplicação. 

 

Lembre-se que é importante contar com um bom profissional para um tratamento seguro, eficiente e duradouro. Apenas uma profissional experiente conseguirá avaliar a substância que será utilizada no procedimento, a quantidade de sessões e a frequência de aplicações da substância.

 

Conheça os diferentes tipos de bioestimuladores de colágeno

Existem diferentes substâncias que deixam a pele com um aspecto de rejuvenescimento e naturalidade. Diferentes de outros procedimentos que visam o preenchimento, esse tratamento tem o objetivo de estimular os fibroblastos — células que atuam na produção de fibras colágenas e deixar a pele mais firme. 

 

Então, veja a seguir as principais substâncias utilizadas como bioestimuladores de colágeno.

 

Ácido L-polilático (Sculptra)

O ácido polilático, também conhecido como Sculptra, é um dos bioestimuladores de colágeno mais eficientes no mundo da estética e pode ser utilizado no corpo e rosto. A substância promove efeitos como:

 

  • Firmamento dos tecidos;
  • Volumização leve na região de aplicação, apesar de não ser um preenchedor;
  • Melhora o contorno da face e do corpo, minimiza rugas, marcas de expressão e sulcos;
  • Estimula a produção do colágeno, com resultados que surgem mais especificamente entre 30 a 60 dias. 

 

No corpo, é possível tratar flacidez e celulite de áreas como coxas, glúteos, abdômen e braços. No rosto e pescoço, promovem a melhora do contorno e definições que se perdem com os anos. 

 

Para um efeito mais duradouro, podemos associar aplicação dos bioestimuladores aos preenchedores e tecnologias como ultrassom microfocado e radiofrequência.

 

Hidroxiapatita de cálcio (Radiesse)

A hidroxiapatita de cálcio, também conhecida como Radiesse, é uma substância utilizada de forma diluída para garantir mais volume à pele e estimular e aumentar a produção de colágeno.

 

Nesse caso, não é preciso aguardar de 30 a 60 dias a produção de colágeno, já que o efeito voluminador é imediato e os resultados naturais melhoram com o passar dos dias.  Além da bioestimulação na produção de colágeno, a hidroxiapatita também proporciona recuperação, firmeza e elasticidade à pele.

 

A substância é recomendada para áreas como pescoço, face, colo, joelho, mãos, barriga, glúteos e parte interna dos braços. Além disso, esse ativo pode ser associado com outros tratamentos estéticos para melhorar o contorno e a flacidez da face, pescoço e braço.

Dra Giovana Moraes manipula bioestimulador Radiesse

 

Lasers

Existem tecnologias no mercado de dermatologia estética que promovem o estímulo de colágeno na pele, melhorando a flacidez, rugas e falta de volume na superfície da derme. Entre os principais tipos, temos:

 

  • Fotona: combina dois lasers complementares no tratamento da pele, beneficiando áreas como o rosto, couro cabeludo, pescoço, colo, tronco e membros inferiores;
  • Exilis: aparelho de radiofrequência monopolar que tem atuação ampla, ou seja, pode ser utilizado em todas as áreas do corpo, sem restrições;
  • Endymed: plataforma de radiofrequência com poderosas ponteiras que possibilitam tratamentos faciais e corporais eficazes e sem desconfortos.

 

Existem riscos na aplicação de bioestimuladores de colágeno?

O procedimento com bioestimuladores de colágeno são simples e podem ser realizados em consultório. No entanto, assim como em qualquer outro procedimento estético, é fundamental médicos especializados e com ótimas recomendações para garantir a segurança e eficácia no tratamento, e evitar manchas arroxeadas e inchaços na região. 

 

Além disso, não é necessário repouso após a sessão. Apenas algumas medidas preventivas são indicadas, como evitar exposição solar. Mantendo os cuidados necessários, o tratamento é realizado sem reações adversas e o resultado é uma pele mais bonita e saudável. 

Quer ficar por dentro de todas as tendências do mundo da estética? Acompanhe o blog da Giovana Moraes e siga nossas redes sociais: Facebook e Instagram.

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe está preparada para responder todas as suas dúvidas
👋 Olá, como podemos ajudar?